As “Oficinas de Inovação Farmacêutica & Propriedade Intelectual” promovidas pelo Conselho Federal de Farmácia (CFF) já beneficiaram 3.706 participantes, em 28 edições, desde que foram lançadas, em 2016.

Coordenadas pela Academia de Ciências Farmacêuticas do Brasil/Academia Nacional de Farmácia (ACFB/ANF), as oficinas tiveram, somente no ano passado, 2.804 participantes, em 14 capitais, em 2018.

De 2016 até agora, o CFF e a ACFB/ANF ainda entregaram 199 láureas “João Florentino Meira de Vasconcelos”, a farmacêuticos e cientistas que contribuíram para o avanço das ciências farmacêuticas.

“Feliz com o balanço do projeto, apresentado pelo presidente emérito e 1º vice-presidente em exercício da ACFB/ANF, Lauro Domingos Moretto, durante a 479ª Reunião Plenária do CFF, que acontece hoje e amanhã, na sede do CFF, em Brasília”, avaliou o presidente do CFF, Walter da Silva Jorge João, que recebeu o relatório das oficinas e exemplares da reedição da PHARMACOPÉA PAULISTA, publicada e adotada em 1917 pelo Governo do Estado de São Paulo, e do livro publicado em comemoração aos 80 anos da entidade. Para o ano, a meta do CFF é ampliar o projeto, com foco no empreendedorismo. 

Fonte: Portal CFF

Fonte: panoramafarmaceutico.com.br/2019/02/28/mais-de-37-mil-farmaceuticos-ja-foram-beneficiados-por-oficinas-de-inovacao-farmaceutica