O futuro se fez presente no ano passado na loja da Drogaria Onofre, localizada na Avenida Paulista, em São Paulo. Um espaço inovador, com telas interativas, self checkout e robô que cuida do armazenamento, distribuição, manipulação e separação de medicamentos.

 

Resultado do trabalho de uma equipe multidisciplinar liderada por Joaquim Garcia, diretor de TI da rede, o projeto, batizado de Loja Flagship, concedeu a ele o prêmio Executivo de TI do Ano de 2019, na categoria Comércio Atacadista e Varejista.

 

A Drogaria Onofre, que possui 48 lojas localizadas em São Paulo, Rio de Janeiro e Minas Gerais, foi motivada pelo desejo de liberar os clientes das filas de pagamento para que pudessem se dedicar a outras experiências dentro das lojas, tornando o hábito de comprar mais simples e rápido, de acordo com a sua conveniência.

 

“A flagship da Paulista nasceu da percepção do time de TI, juntamente com unidades de negócio, em especial as áreas de Operações e Marketing, de que tempo hoje é um bem precioso para o cliente”, relata Garcia, acrescentando que a iniciativa é uma prova de como a tecnologia é capaz de transformar o dia a dia da sociedade, tornando a vida dos clientes mais prática, interativa e ágil.

 

Segundo o executivo, para a construção assertiva da flagship, foram utilizadas tecnologias para identificar e a analisar o comportamento do cliente no interior da loja e com essas informações estruturar a arquitetura.

 

Evolução

Estudos apontam que o consumidor tem demonstrado o desejo de expandir o papel da loja para combinar os melhores aspectos de suas compras online e nos pontos de venda físicos, levando a uma vivência omnichannel.

 

Além das tendências de mercado, ao observar mais de perto o perfil o consumidor, a Onofre percebeu que o cliente que compra em mais de um canal é seis vezes mais valioso que o cliente comum. “A partir dessas observações, surgiu a loja conceito para trazer saúde, tecnologia e interatividade aos consumidores, para transformar o momento de cuidar da saúde em uma experiência conectada, moderna e inteligente”, diz.

 

Essa evolução é focada no conceito omnichannel, que recebe pedidos realizados no site e por encomenda. Na entrada da loja, há um display que expõe os Top 5 de vendas do e-commerce e todos os atendentes podem finalizar a compra do cliente em qualquer espaço, poupando o consumidor de entrar na fila do caixa para efetuar o pagamento. Nessa nova arquitetura, também estão disponíveis os serviços de checkout automático (self checkout diretamente nos monitores), onde o cliente realiza o pagamento de forma independente e também o caixa tradicional.

 

Futuro no presente

No projeto não poderia faltar um dos personagens mais populares da nova era, o robô. Ele proporcionou a automatização de tarefas como armazenamento, distribuição, manipulação e separação de medicamentos. Sua atuação é no container, não circula entre os clientes.

 

“E vai além: aloca medicamentos de maneira eficiente, controla as datas de validade dos produtos e os organiza de maneira inteligente, colocando os de maior saída na frente. Dessa forma, agiliza processos e amplia a produtividade”, aponta Garcia.

 

Com a atuação do robô foi possível reduzir em 75% em média o tempo de atendimento. Sem ele, revela Garcia, eram gastos cerca de seis minutos e, agora, não passa de um minuto e meio.

 

Todas essas iniciativas geram mais conforto e agilidade aos clientes, eliminando filas e permitindo que os funcionários da loja atuem como consultores no momento da compra, auxiliando na escolha e seleção dos produtos de acordo com o que cada usuário busca e precisa.

 

Foram seis meses de estudos e planejamento para que a Drogaria Onofre revolucionasse o conceito de loja física em seu setor de atuação. A obra da loja localizada no coração de São Paulo iniciou em junho de 2018 e foi finalizada em agosto de 2018.

 

O espaço foi o primeiro a receber o novo logotipo da Onofre CVS Pharmacy em sua marquise. Com a inovação, a operação se tornou a farmácia mais tecnológica da América Latina e possibilitou à Garcia arrebatar o troféu na categoria.

 

Finalistas do prêmio Executivo de TI do Ano 2019 – Comércio Atacadista e Varejista

1º Joaquim Garcia, diretor de TI da Drogaria Onofre

2º João Marcelo Costa, CIO da Casas Pernambucanas

3º Renata Zepelini, diretora de TI do McDonald’s

Fonte: Portal CIO From IDG

Fonte: panoramafarmaceutico.com.br/2019/03/21/drogaria-onofre-revoluciona-conceito-de-loja-fisica-com-digital-fonte-portal-cio-from-idg