A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) aprovou um novo medicamento similar para o tratamento de insônia ocasional, transitória ou crônica da Sandoz, o hemitartarato de zolpidem em comprimidos.

 

Estudos constataram que este princípio ativo melhora a qualidade e a manutenção do sono, reduz a sonolência diurna3, tem baixa interferência em funções cognitivas e não ocasiona insônia de rebote ou sintomas de retirada1,2. O medicamento é indicado para adultos e deve ser usado conforme indicação médica.

 

“A aprovação deste novo medicamento similar reforça o compromisso com paciente e o comprometimento da Sandoz em ampliar o acesso da população a tratamentos com a excelência e qualidade do Grupo Novartis”, afirma o Head da Unidade de Negócios SNC da Sandoz, Rodrigo Salman.

 

O hemitartarato de zolpidem da Sandoz está disponível nas apresentações de 30 e 20 comprimidos de 10 mg e chega ao mercado custando 38% menos que o medicamento referência, contribuindo para ampliar o acesso da população a tratamentos de qualidade.

 

Insônia – Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), 108 milhões de brasileiros têm algum distúrbio do sono. Destes, 40% sofrem de insônia4. Entre os adultos, um em cada três relata ter insônia, sendo que 10% a 15% apresentam prejuízos diurnos associados5. Além disso, estudos mostram que a insônia é ainda mais prevalente em mulheres6.

 

A insônia crônica ocorre quando o indivíduo tem dificuldade para iniciar o sono ou para continuar dormindo de forma frequente por, no mínimo, três vezes por semana e, pelo menos, por três meses consecutivos7,8. Após uma noite insone, os sintomas mais frequentes são cansaço, diminuição do humor e irritabilidade, dificuldade de atenção, concentração e memória, acarretando também prejuízo social e propensão a erros8.

 

As causas da insônia são diversas. Ansiedade, depressão e até o estilo de vida moderno, com compromissos e preocupações7, podem levar ao desenvolvimento da doença.

 

Além do tratamento medicamentoso, pacientes que sofrem de distúrbios do sono devem manter hábitos saudáveis e adotar técnicas de relaxamento. É importante também adotar medidas de higiene do sono, como deitar sempre no mesmo horário, dar preferência a alimentos leves no jantar, praticar atividades físicas durante o dia, evitar bebidas com cafeína e terapia cognitiva-comportamental7,8.

Fonte: Redação Panorama Farmacêutico

Fonte: panoramafarmaceutico.com.br/2019/03/21/anvisa-aprova-uma-nova-opcao-de-medicamento-similar-para-insonia